Piscina de Siloé no Monte do Templo

A Antiga Cidade de David encontrava-se justamente ao sul da Atual Cidade Velha de Jerusalém e fazia fronteira com o Vale de Cédron ao Leste. No século XIX se começou uma excavação arquiológica no local que continua até hoje.
Há apenas alguns anos, foi descoberta a Piscina de Siloé, onde encontra-sem os Vales de Cédron e dos Filhos de Hinom. A partir das excavações, foram descobertos uma escada, que posteriormente descobriu-se fazer parte do caminho que levava desde a lagoa de Siloé até o Monte do Templo, a cerca de 2.300 pés ao norte.
Durante o período herodiano, há 2.000 anos, esta magnífica lagoa foi construída e serviu como ponto de encontro central para os peregrinos que chegavam a Jerusalém quando visitavam o Monte do Templo para a Páscoa, Shavuot (o Festival das Semana) e Sukkoth( A Festa dos Tabernáculos).
Naquela época, havia uma estrada imponente (o caminho herodiano) que ligava a piscina de Siloé ao Monte do Templo. Durante o período helenístico nesta rota, havia numerosas lojas e fábricas de laticínios.
Durante o período herodiano em Jerusalém, a estrada foi pavimentada e a lagoa de Siloé foi formada, que armazenava água para beber e também para o banho dos peregrinos visitantes.

A importância do caminho aumentou devido ao aumento da tendência de peregrinação e a Piscina de Siloé desempenhou um papel crucial na cerimônia do “ritual de libação, quando a água da piscina foi levada ao Monte do Templo como uma oferenda. No mundo cristão, a piscina de Siloé (Shiloah) desempenha um papel muito importante porque é o lugar onde Jesus curou os cegos.
Embora as escavações da estrada herodiana tenham começado há apenas alguns anos, a estrada foi agora revelada em todo o seu esplendor. Juntamente com a estrada de Herodes, também foi descoberto um importante canal de drenagem dos dias de Herodes. O túnel feito pelo homem tem mais de 700 metros de comprimento e vai do Muro das Lamentações, no norte, até a Piscina de Siloé, no sul, e foi construído com a intenção de proteger as inundações ao longo da rota.
As escavações e a limpeza do túnel permitiram caminhar da lagoa para o Muro das Lamentações. Há seções da estrada herodiana que também foram escavadas e degraus únicos foram descobertos que aparecem em alguns lugares ao longo do vale entre a piscina de Shiloah e o Monte do Templo.
Durante as escavações, foram descobertos alguns artefactos raros que têm notável semelhança com as descrições de Josefo em seu livro “Guerras dos Judeus”.
Os visitantes podem começar a visitar o local na Piscina de Siloé e percorrer a antiga rota herodiana, continuando ao longo de todo o túnel subterrâneo até o Muro das Lamentações.

Contato






* Campos obrigatórios

© Vered HaSharon Travel Group - site was built by maxi-site